Mãos que doam, nunca ficam vazias

Temos uma tendência enorme em ajudar as pessoas. Seja por sinceridade ou seja por orgulho. Sabe aquela vez que você estava no metrô, e apareceu uma pessoa idosa e você cedeu o lugar para ela? Você vê a pessoa entrando no vagão, se levanta e dá o seu lugar para ela. No instante em que você se levanta, surge uma voz bem baixinha em seu ouvido dizendo: “Nossa, como você é bom….você é tão generoso!”. Daí você dá uma olhada para as pessoas em volta imaginando que estão pensando a mesma coisa. Você estufa o peito e segue viagem.
.
Não é essa ajuda que quero falar. É ação sincera, que você faria para qualquer pessoa próxima que ama. Quando damos as mãos para quem precisa, somos beneficiados. Nunca faltará nada. É uma promessa. E nem digo em ajudar financeiramente. Mas, em seu dia a dia, em sua profissão, como você pode ajudar? Como você pode dar uma parte de seu tempo para quem precisa? .

Se você não pode dar um pedacinho de você para as pessoas, talvez você seja a pessoa que precisa de ajuda. Pense nisso. 🙏

Marcelo Schultz

Marcelo Schultz

Psicanalista e autor do site.

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Deixe uma resposta

Fale comigo.

contato@marceloschultz.com.br